Pages Navigation Menu

Filosofía y Metapolítica

Rilancio della “metapolitica” in un nuovo saggio di Primo Siena.- Aldo La Fata

Posted by on Abr 16, 2014 in Italiano | Comentarios desactivados en Rilancio della “metapolitica” in un nuovo saggio di Primo Siena.- Aldo La Fata

Rilancio della “metapolitica” in un nuovo saggio di Primo Siena Il termine “metapolitica” nasce oltre tre secoli fa per gemmazione e contiguità di significato dalla parola di più antico e prestigioso conio “metafisica”, ma risulta ancora oggi sconosciutissimo e pressoché assente nei dizionari linguistici europei. Un termine che è sfuggito persino ai curatori dell’Enciclopedia delle Scienze Anomale (Zanichelli, Bologna 1999) che non solo non ne fanno menzione ma non sembrano sapere neppure della sua esistenza. Assai recente risulta  l’inserimento del termine nell’Enciclopedia del pensiero politico curata da Roberto Esposito e Claudio Galli per i tipi della Laterza (Roma-Bari 2000), anche se, sotto il profilo storico, la voce risulta trattata in modo alquanto scarno e insufficiente. Ne troviamo invece un resoconto abbastanza dettagliato nel  dizionario filosofico internettiano in lingua spagnola curato dall’intelligente e colto filosofo di indirizzo materialista, Gustavo Bueno...

Read More

Nacionalismo no Mundo: Alberto Buela e a teoria do dissenso

Posted by on Abr 7, 2014 in Português | Comentarios desactivados en Nacionalismo no Mundo: Alberto Buela e a teoria do dissenso

Em novembro de 2013 tive o privilégio de conhecer pessoalmente Alberto Buela durante a participação dele em um congresso em Curitiba, ocasião em que foi lançado no Brasil o seu livro “Hispano-América contra o Ocidente” pela editora Austral. Estava assistindo a conferência quando levei um susto: terminada a palestra, ele diz que gostaria de perguntar à plateia qual o legado do grande nacionalista brasileiro Plínio Salgado nos dias de hoje. Desajeitadamente eu tentei improvisar algo. Mas a pergunta foi uma deixa para abordá-lo no intervalo das apresentações. Durante as conversas nos próximos dias – ele estava de férias e iria passou mais alguns dias na cidade, o que me permitiu ciceroneá-lo pelo litoral do Paraná e apresentá-lo ao substancioso prato típico da região, o barreado – descobri que esse admirável professor de Filosofia da Universidade de Buenos Aires com...

Read More

Do zorzal ao sabiá. – Alberto Buela

Posted by on Dic 8, 2013 in Português | Comentarios desactivados en Do zorzal ao sabiá. – Alberto Buela

Por Alberto Buela(*) Com motivo da publicação de um livro nosso em português, Hispanoamérica Contra o Ocidente[1], tivemos ocasião de passar alguns dias em Curitiba, capital do Estado do Paraná. Que surpresa foi a nossa quando às quatro e meia da manhã nos acorda, assim como acontece todos os dias em Buenos Aires, o belo porém interminável canto do zorzal, que lá o chamam de sabiá. Mas esta não seria a única coincidência. Na conferência[2] que citamos se tomava mate, tiveram assistentes vestidos de gaúchos, todo o pessoal que encontramos se mostrou predisposto a falar em portunhol, viajando ao litoral marítimo observamos o costume de pintar as casas de azul e branco, o homem curitibano é muito parecido com o tipo argentino. Enfim, pareceu estarmos em um pedaço da nossa terra. Quando chegamos ao aeroporto e, como os amigos...

Read More

Ontologie du secret, PUF, Paris, 2012. – Pierre Boutang

Posted by on Sep 16, 2013 in Français | Comentarios desactivados en Ontologie du secret, PUF, Paris, 2012. – Pierre Boutang

L’ouvrage « Je décris et termine ici une longue enquête, conduite inégalement, mais jamais délaissée depuis le seuil de l’âge d’homme : sur l’être tel qu’il se cache et se montre dans le secret. […] La diversité des secrets, leur contour matériel, ni l’intention de leur forme, ne se trouvent hors de notre souci leur parcours — tantôt tenace, tantôt distrait, car il n’est pas sûr qu’ils se livrent ou se prêtent mieux à la réflexion la plus intense et la plus avare — fut la règle même du voyage, imposant son rythme. Mais pour ces secrets, en leur dénombrement empirique et leur description à loisir, il existe une littérature, une psychologie, et le chantier reste ouvert […] anticipant avec superbe sur tous les résultats, ce projet avait été nommé — il y a trente-trois ans — et accepté par mon...

Read More

Political Theology of Juan Donoso Cortés. – Jacek Bartyzel

Posted by on Sep 16, 2013 in English | Comentarios desactivados en Political Theology of Juan Donoso Cortés. – Jacek Bartyzel

     The term “political theology” has never been a more adequate definition of any corpus of thought[1] created by a philosopher, than when applied to the work of Spanish traditionalist Juan Donoso Cortés (1809-1853), who affected the social teachings of the Catholic Church (in statements of Blessed Pope Pius IX) in such a material way, that contemporary Catholic writer Rino Cammilleri is fully justified to call Cortés “the Father of the Syllabus”[2]. In the opinion of the author of Ensayo sobre el catolicismo, el liberalismo y el socialismo, considerados en sus principios fundamentales, theology is always at the foundation of any social issue, because if everything comes from God and if God is in everything, only theology is the skill which presents the final cause of all things; this explains why the knowledge of truth decreases in the...

Read More

ÉTICA E JUSTIÇA NA SOCIEDADE CONTEMPORÂNEA. – ANONYMUS AUTHOR

Posted by on Ago 30, 2013 in Português | Comentarios desactivados en ÉTICA E JUSTIÇA NA SOCIEDADE CONTEMPORÂNEA. – ANONYMUS AUTHOR

ÉTICA E JUSTIÇA NA SOCIEDADE CONTEMPORÂNEA (…) a Justiça, entre todas as virtudes, é o “bem do outro”, visto que se relaciona com o nosso próximo, fazendo o que é vantajoso a um outro, seja um governante, seja um associado. Ora, o pior dos homens é aquele que exerce a sua maldade tanto para consigo mesmo como para os seus amigos, e o melhor não é o que exerce a virtude para consigo mesmo, mas para com um outro; pois que difícil tarefa é essa. Aristóteles Vivemos numa sociedade regida por “modismos”. A máxima que rege o convívio social está distante de ser uma norma jurídica. Somos regidos por uma norma da “práxis”. Mesmo as normas morais têm sido postas a serviço dessa normatividade prática à qual devemos nos render e agir em conformidade com os seus desígnios. Se...

Read More